segunda-feira, 24 de maio de 2010

Assim como a Fênix


Sempre achei interessante essa ave mítica, simplesmente por ela fazer algo que todos nós deveríamos fazer todos os dias.A Fênix tem um poder que me deslumbra, ela morre e depois renasce das cinzas.Hoje é assim que eu me sinto.Como um Fênix, como alguém que está renascendo das cinzas.Muitas problemas, talvez alguns até intermináveis, muito choro, muitas lamentações, muita raiva, muito sofrimento,muito sentimento...E agora muita fé.Chega um ponto em que devemos sair da postura de vítima e sermos ativos na nossa própria mudança.Numa mudança interior.Numa mudança que só nos podemos fazer.Mas essa mudança requer todo um processo.Assim como a fênix, é possível renascer das cinzas, porém ate esse renascimento, muita coisa acontece...É assim que eu me sinto, uma Fênix.Pronta,mais madura e principalmente mais sábia.Mito ou realidade, é assim que é a Fênix e é assim que eu me sinto...

Bárbara Cristina

Um comentário:

Emanuel disse...

Adorei o texto.Acredito que o "ser vítima" não existe,é uma posição em que você se coloca.Eu quero ser fênix.kkk!Boa noite!